Investir em franquias: veja 6 cuidados antes de adquirir
Negócio

Investir em franquias: veja 6 cuidados antes de adquirir

Tempo de leitura: 5 min

Para quem está em busca de um investimento que ofereça baixo risco e mais segurança, investir em franquias é uma das melhores alternativas, pois além de integrar um mercado que fatura cerca de R$ 163 bilhões ao ano, uma rede de franquia oferece uma infinidade de benefícios.

Entre as vantagens de trabalhar com uma franquia, podemos citar o fato de a marca já ser estabelecida no mercado, poder contar com toda a assistência e treinamento da franqueadora, ter um plano de negócios bem-estruturado, entre outros.

Mas, antes de considerar esse investimento, é preciso conhecer alguns pontos importantes. Portanto, neste conteúdo, mostraremos os 6 cuidados que você deve ter antes de adquirir uma franquia. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura do artigo para conferir!

1. Tenha afinidade com o negócio

Investir em franquias é uma das melhores e mais seguras formas de garantir o retorno de seu investimento a médio e longo prazo. No entanto, o fato de um negócio estar na moda não deve ser motivo suficiente para assegurar que ele é, de fato, lucrativo. Antes de considerar os lucros proporcionados pela empresa, pense em uma franquia que lide com a comercialização de um produto ou serviço que você se identifique e no qual teria prazer em trabalhar todos os dias.

Realmente, uma franquia é um tipo de empresa com alto potencial de lucratividade, mas não há garantia de sucesso se o empreendedor não investir seu esforço e trabalho na organização. Afinal, grande parte do crescimento da empresa está relacionada ao perfil do franqueado, sua capacidade de negociação, suas habilidades de gestão corporativa e na forma como ele lidera pessoas.

2. Escolha uma marca de confiança

A escolha da franquia é um dos fatores cruciais para o sucesso do empreendimento. Assim como mencionamos no tópico anterior, o critério de decisão não deve se basear na alta que um determinado negócio está passando, mas na consolidação que ele tem no mercado, atingindo a marca de crescimento de nada menos do que 8,4% no segundo trimestre de 2018.

Em outras palavras, é preciso escolher uma franquia de confiança, com um bom posicionamento diante da concorrência e, é claro, que seja conhecida e bem aceita pelos consumidores.

Outro critério importante a ser avaliado é se a rede é filiada à Associação Brasileira de Franchising (ABF), pois apenas negócios que atendem aos seus rígidos critérios de qualidade podem integrar a associação. Por meio do selo concedido, é possível ter a chancela de que uma determinada franquia tem o reconhecimento de seus franqueados, garantindo, assim, mais credibilidade no seu investimento.

3. Seja um consumidor do produto antes de investir

Antes de considerar investir em franquias, é imprescindível que você já tenha consumido os produtos ou serviços da marca. Afinal, demandar um investimento de alto valor em um negócio que você sequer conhece a qualidade é uma atitude muito arriscada.

Portanto, visite algumas unidades da marca em questão, consuma o produto, analise o perfil de atendimento e a forma como a empresa trabalha. Isso é importante para ver se você se identifica com o perfil do negócio e se a qualidade dos produtos/serviços atende às suas expectativas.

4. Fique atento à COF

COF é a sigla para Circular de Oferta da Franquia. Trata-se de um documento emitido pelo franqueador no qual são apresentadas as condições gerais para trabalhar com o negócio.

Mas, antes de fechar negócio, é importante verificar com minuciosidade se a COF inclui todos os dados exigidos pela Lei das Franquias, assim como informações sobre o histórico da rede, direitos e deveres da franquia e dos franqueados, valores de investimentos e royalties, balanços financeiros, entre outros aspectos. Se possível, contrate um advogado para auxiliá-lo durante o processo e tirar todas as suas dúvidas sobre a franqueadora.

Vale destacar, ainda, que na COF devem constar os dados para contato dos atuais franqueados da rede, além de informações sobre quem desfez parceria nos últimos 12 meses. Isso é fundamental para que você possa tirar dúvidas diretamente com outras pessoas que investiram no mesmo negócio. Falaremos mais sobre esse ponto adiante no artigo.

5. Consulte outros franqueados

A ideia é buscar informações realistas sobre como funciona o dia a dia da rede, como é estar à frente do negócio, suas margens de lucratividade, entre outras características importantes diretamente com antigos e atuais parceiros da marca.

Sendo assim, não aceite os contatos recomendados pela franqueadora, por motivos óbvios. Nada melhor do que consultar de 3 a 4 empreendedores aleatoriamente e perguntar os principais pontos positivos e negativos do negócio. Desse modo, você terá base suficiente para chegar a uma conclusão sobre a viabilidade de investir ou não nesta franquia em questão.

6. Confira o sistema de implementação e treinamento

Para concluir, é muito importante citar um dos aspectos mais relevantes em todo o processo: o sistema de implementação e treinamento oferecido pela franqueadora. Uma das características mais conhecidas em uma rede de franquias é o fato de, ao adquirir uma unidade, o franqueado poder contar com todo o suporte necessário para que as “engrenagens” do negócio comecem a “girar” por conta própria.

Em outras palavras, a franqueadora deve oferecer programas de treinamento aos funcionários, ajudar na contratação e oferecer todo o auxílio de gestão empresarial para que a empresa funcione dentro dos moldes da rede. Por isso, antes de considerar investir em franquias, principalmente quando entrar em contato com outros parceiros da rede, certifique-se de que a marca cumpre com as suas obrigações nesse quesito.

Afinal, não basta vender uma unidade e depois deixar que o empreendedor tenha de se virar sozinho, concorda? Muito pelo contrário, parte do investimento aplicado cobre os procedimentos de suporte que a franqueadora deve oferecer, incluindo o programa de treinamento dos colaboradores.

Como você pôde conferir neste conteúdo, investir em franquias é uma alternativa estrategicamente vantajosa se comparada a uma empresa própria iniciada do zero. Basta ter os cuidados que citamos no artigo antes de tomar sua decisão final para garantir o sucesso do empreendimento.

Você ainda tem alguma dúvida sobre quais cuidados ter antes de investir em franquias? Quer entender melhor sobre o assunto? Então acesse o site para saber mais!

Conteúdo produzido por Rock Content.