Por que franquias de fast-food no Brasil ainda é uma boa ideia?
Franquia

Por que franquias de fast-food no Brasil ainda são uma boa ideia?

Tempo de leitura: 6 min

Investimento é uma forma inteligente de gerar riquezas e alavancar o patrimônio pessoal. Nessa perspectiva, existem diversas formas de conseguir alocar o seu dinheiro com segurança em uma boa taxa de retorno. Abrir uma franquia, por exemplo, é altamente interessante, já que possibilita ter um negócio próprio aliado ao suporte do franqueador. 

Pensando nisso, há um amplo leque de marcas no mercado. O segmento de fast-food no Brasil ainda desponta como um dos mais atraentes e promissores. A EAE Business School divulgou uma pesquisa que aponta o Brasil como o país de maior consumo de fast-food da América Latina. Ainda segundo o levantamento, em 2014, o valor médio gasto por brasileiro com este tipo de alimentação chegava a R$ 265 reais anuais. Estima-se que até o final de 2019, este valor aumente em 30%.

Neste artigo, vamos demonstrar como as franquias de fast-food podem ser uma opção interessante e segura para quem almeja alcançar um novo patamar de crescimento pessoal e financeiro. Confira a seguir!

Entenda o cenário atual

Com a rotina corrida na grande maioria das cidades brasileiras, o tempo disponível para preparar os próprios alimentos ficou escasso. Com isso, muitas pessoas passaram a se alimentarem fora de casa ou a consumir  produtos industrializados.

Comodidade e qualidade são as palavras-chave para compreender essa mudança alimentar. Segundo um levantamento realizado pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 34% dos brasileiros gastam com alimentação fora do lar. Quando considerado a população total do país, de mais de 209 milhões de pessoas, estima-se uma dimensão surpreendente do mercado consumidor. Outro ponto interessante é que, de toda a renda do brasileiro, 25% é direcionada para gastos com alimentação, ainda de acordo com dados do IBGE divulgados pela Revista PEGN.

Observando o mercado externo, fica ainda mais fácil entender essa linha de crescimento e a perenidade do setor. Nos Estados Unidos, 49% dos consumidores gastam com alimentação fora de casa. Esses são os dados de uma pesquisa realizada pelo Instituto Food Service divulgada em uma matéria da Veja. Ou seja, a taxa nos EUA aproxima-se de quase metade da população total, o que permite analisarmos como ainda há um grande e promissor crescimento dos índices para este setor. 

Todos esses números convergem para uma tendência de crescimento do segmento nos próximos anos. Isso é uma excelente oportunidade para quem deseja aproveitar esse mercado e começar a sua franquia de fast-food no Brasil. 

Quais são as opções de investimento de fast-food no Brasil? 

Em um modelo de negócio de franquia há diversos nichos, no caso do fast-food não é diferente. Além disso, existem outros fatores que precisam ser analisados. Muitas redes operam em formato de lojas de rua, espaços compartilhados, quiosques e delivery. Por isso, vamos demonstrar, a seguir, um pouco mais de cada uma das opções para que você entenda cada modelo. Continue a leitura! 

Lojas de rua 

Esse modelo é um formato bem conhecido pelos investidores. Geralmente, o estabelecimento fica localizado em regiões de grande volume de clientes, muitas vezes em centros comerciais. Assim, o franqueado mantém a operação em uma localidade com bastante potencial. 

Um detalhe importante é que os aluguéis são bem menores, quando comparados com os espaços de locação em shopping centers, por exemplo. Desse modo, existe uma redução significativa dos custos fixos na operação das lojas de rua. 

Espaço compartilhado 

O fit de negócios está bastante interligado com a proposta de um modelo de negócio. Soluções rentáveis, segmentação de clientes, relacionamento e canais diretos de comunicação, tudo isso é levado em consideração quando falamos em abrir um negócio em um espaço compartilhado. Atualmente, existem diversos exemplos que se encaixam neste fit: postos de gasolina com loja de conveniência ou farmácia, livrarias com café, coworking, entre outros. Esses espaços são uma realidade em praticamente todas as regiões e se destacam por ser um facilitador que se baseia no uso comum de um mesmo espaço por diversas outras pessoas. 

Mais uma vez, a diminuição dos custos com aluguéis é uma forte vantagem competitiva nestes locais. É preciso ficar atento a possíveis concorrentes e empresas que ofertam produtos semelhantes no mesmo local. Concorrência é um fator importante, pois demonstra que há um mercado consumidor existente com muitos comércios atendendo esse público. 

Praça de alimentação 

Essa é uma opção de investimento em fast-food bastante procurada. Shopping centers, galerias, terminais rodoviários e aeroportos são espaços comuns nas mais diversas cidades brasileiras. Afinal, esses locais recebem um fluxo considerável e crescente de possíveis clientes. 

Tudo isso faz com que a implantação de lojas em praças de alimentação seja um dos modelos de negócios mais conhecidos e também utilizados por empreendedores potenciais.

Drive-thru 

Outro modelo é o drive-thru, também muito comum como formato de franquia de fast-food . Diversas redes optam por esse modelo de vendas, pois a comodidade e a agilidade são dois pontos que fazem com que ele tenha um enorme sucesso: desde o pagamento até o recebimento do pedido, tudo é feito sem precisar se deslocar e acessar o interior da loja. 

Com isso, existe uma forte vantagem para quem pensa em investir neste caminho! Por ser um facilitador para consumidores, fica mais acessível conseguir realizar um bom volume de vendas mensalmente. Além disso, o drive-thru, na grande maioria das vezes, localiza-se em ruas movimentadas e com grande giro de veículos.

Invista em um mercado que não para de crescer

Ao longo do artigo, foi possível descobrir que o mercado de franquias de fast-food no Brasil está em absoluta expansão. Mesmo em tempos de crise, o setor de manteve em alta, é o que aponta a pesquisa realizada pelo NOVAREJO. Entre 2014 e 2015, período de plena crise financeira, houve um crescimento de mais de 14% no faturamento de redes alimentícias e de fast-food, além de uma expansão de mais de 20% no número de lojas abertas.

Outro ponto importante nessa análise é que essa alavancagem do setor possibilita que mesmo quem ainda não atua nesse nicho passe a atuar. Todo dia existem novos franqueados que investem em seu projeto profissional

Ficou interessado em abrir a sua franquia de fast-food no Brasil? Então, conheça todas as vantagens de fazer parte da rede Bob’s! Com mais de 66 anos de tradição, tornou-se uma das mais queridas marcas do segmento e continua inovando para crescer cada vez mais. Fale com os consultores,  esclareça todas as suas dúvidas e entre para este case de sucesso. Seja um franqueado de sucesso!

Texto produzido pela Agência Mantra.

Agência MANTRA

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.